Do plantio até a colheita, o que acontece dentro da planta?

Do plantio até a colheita, o que acontece dentro da planta?


  • 06/11/2017

O ciclo de vida de uma planta começa no momento em que a semente é colocada para germinar. Esse processo é muito comum na agricultura, onde o dia a dia gira em torno da plantação.

Esse pequeno broto necessita absorver água, para no futuro se transformar em uma planta.

Há casos em que esse broto precisa ser transportado, para que comece a crescer da maneira correta. Essa é uma das principais fases da planta, uma vez que ela irá começar a ganhar a forma e o tamanho desejado.  

Saiba mais sobre as fases da planta


Crescimento vegetativo

Passado a fase de broto, a planta entra no processo de crescimento vegetativo, quem trabalha na agricultura costuma se preocupar bastante nesse momento. Um dos fatores que define a “saúde” da planta é a quantidade de luz recebida, que pode variar de acordo com a espécie. Quando a planta não recebe a quantidade de luz apropriada, ela entra em um processo conhecido como floração.


Pré-floração

Esse é um período considerado muito rápido dentro do ciclo de vida da planta. Especialistas conseguem saber o sexo da planta, algo que um leigo muitas vezes não consegue. Essa fase também é diferente de espécie para espécie, logo, para fazer o acompanhamento mais adequado, é necessário buscar informações específicas sobre a sua plantação.


Floração

Esse é o momento que as plantas começam a dar flores (se for o caso). Nesse período elas também começam a dar frutos, que no futuro irão se transformar em novas plantas, e o ciclo reinicia.

A partir daí, o processo de crescimento funciona da seguinte maneira:
·         Uma semente é germinada, e para isso é necessário ter um solo adequado para cada tipo de planta.
·         É formada a muda, que cresce até atingir a fase adulta, o que dará início à sua fase madura.
·         O ciclo de vida de plantas com flores ainda incluem outras rotinas específicas, incluindo ervas.
·         Os vegetais, de uma forma geral, produzem diferentes tipos de células reprodutivas. Essas células são chamadas de esporos.
·         As plantas com flores são divididas em machos e fêmeas. Esse sexo fica “guardado” dentro da flor. Para identificar essa característica, existe um profissional especializado no assunto, capaz de realizar o estudo adequado.

A reprodução das plantas é feita de maneira assexuada. Sendo que esse caso é uma característica daquelas pelas quais os novos brotos são formados sem a produção de sementes. Um bom exemplo de planta onde esse processo é muito frequente são as de morango.

Aquelas plantas que se originam de maneira vegetal acabam formando colônias clonais, ou seja, as novas mudas são uma espécie de clone da original. No caso dos organismos multicelulares são formados esporos durante esse ciclo de vida biológico conhecido como esporogênese.

Nesses esporos são formados indivíduos multicelulares, onde não há o evento de fertilização. São os indivíduos haploides que fornecem os gametas, por meio da mitose. Existem variações de acordo com a espécie da planta, por esse motivo é necessário ficar sempre atento.


Gostou do nosso artigo? Deixe um comentário e nos acompanhe também pelo Facebook.