Importância das inovações tecnológicas para o homem do campo

Importância das inovações tecnológicas para o homem do campo


  • 13/11/2017

A migração das pessoas do campo para a cidade fez com que fossem buscadas soluções para que a produção conseguisse suprir as necessidades da população.

E as inovações tecnológicas na agricultura acaba desempenhando um papel importante na sociedade.

A década de 90 pode ser considerada um divisor de águas, uma vez que foi nesse momento que a modernização pode ser melhor percebida, através de máquinas cada vez mais melhoradas.

Essa nova tecnologia acabou sendo empregada no plantio, colheita e também distribuição dos produtos. Segundo dados da ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), o capital mecânico utilizado na agricultura tem passado por um período importante de crescimento.  

Precisão na agricultura


O avanço da tecnologia, bem como todo o seu processo de modernização, teve como principal impulsionador a agricultura de precisão. A base desse tipo de agricultura é a administração dos insumos utilizados no processo, a partir da observação.

Com as novas tecnologias do setor, foi possível aumentar a produção, e ao mesmo tempo atender as novas demandas que surgiram por parte dos agricultores.

Pode-se dizer que a primeira tecnologia realmente fazer diferença na agricultura foi o GPS, utilizado diretamente na plantação das sementes. Ele ajudou a aplicar com mais precisão os pesticidas, reduzindo consideravelmente o tempo de parada dos trabalhadores.

Atualmente, a grande novidade da agricultura é o uso de drones. Através dessas mini aeronaves é possível monitorar em tempo real todos os processos da agricultura, podendo, dessa maneira, consertar possíveis erros.

Os drones também conseguem monitorar pragas, e possíveis gargalos existentes na produção, e isso em um espaço de tempo muito curto, dessa maneira, a produção ganha muito mais agilidade.

Além do mais, os drones ainda conseguem informar aos responsáveis os locais onde é necessária a aplicação de insumos e possíveis remédios. Isso acaba reduzindo os cursos da produção, uma vez que o local onde esses “medicamentos” serão aplicados é bastante limitado.  


Tecnologias mais utilizadas atualmente na agricultura


As novas tecnologias vão muito além dos drones e GPS, as mais utilizadas hoje em dia são:

·        
Conexão mobile: Com a ampliação da rede 4G, os agricultores não precisam mais se preocupar com a falta de conexão. Com esse recurso de internet, o acesso à informações importantes foi muito facilitada. Com essa tecnologia mobile, os agricultores conseguem monitorar em tempo real equipamentos, KPIs, dados sobre as plantações, e também gerenciar a sua equipe, responsável por trabalhar no campo.


·        
Sensores: A principal função dessa tecnologia é monitorar todas as plantas por completo. Através desse equipamento, os profissionais da agricultura conseguem saber com precisão a saúde da sua plantação, e identificar algumas necessidades, como a aplicação de água ou medir o teor de nitrogênio encontrado no solo. Além disso, esses sensores estão interligados com a tecnologia 4G, ou seja, a plantação acaba sendo monitorada de uma maneira muito mais completa. Isso permite que caso alguma planta seja portadora de uma doença, os responsáveis possam implantar imediatamente o tratamento mais adequado.


·        
Big Data: Trata-se de uma central de informações capaz de armazenar um número imenso de dados. Nesse caso, o que vai interessar ao agricultor não é a quantidade de informações, e sim o uso que irá ser feito delas. Ao analisar esses dados é possível tomar decisões muito mais assertivas, quando o assunto é modernização da colheita.


Quer saber mais sobre o assunto? Acompanhe-nos no Facebook!