Por que a oxigenação é importante?

Por que a oxigenação é importante?


  • 08/08/2018

Assim como o oxigênio é essencial para nós seres humanos, ele também é essencial para os peixes. Contudo, no caso dos peixes, garantir certa concentração de oxigênio na água não é somente por uma necessidade fisiológica destes animais.

Pelo contrário, a oxigenação da água permite desencadear uma série de acontecimentos que vão resultar em um ambiente mais saudável e equilibrado para os peixes.  

Naturalmente o oxigênio já encontra-se dissolvido na coluna d’água do viveiro ou tanque. Esse fato se dá em virtude do contato do ar com a superfície da água, mas em maior parte devido a produção de oxigênio pelo fitoplâncton através da fotossíntese, que nada mais é do que a captura do gás carbônico (CO2) do meio e a liberação do oxigênio (O2). Porém, essa produção é limitada e a noite, em virtude da falta de luz solar, o fitoplâncton para de produzir e começa a consumir o O2 (muitas vezes consome mais do que os próprios peixes), levando o nível de oxigênio da água próximo a 0.
 

Essa oscilação diária é extremamente indesejável em um cultivo de peixes. Acaba ocasionando estresse nos animais e estes param ou reduzem o consumo de ração, ocorre uma baixa no sistema imune e os peixes ficam mais suscetíveis a doenças e consequentemente pode resultar em mortalidades. Mesmo a tilápia que é uma espécie rústica, pode sofrer com as consequências dessa oscilação. O ideal é que a concentração de oxigênio não baixe de 5 mg/L. Abaixo desse valor os peixes ficam em uma condição que não é a ideal, tendo um pior desempenho zootécnico. Caso a concentração de O2 fique abaixo de 1 mg/L por muitas horas, tal situação pode ser letal aos peixes.
 

Além disso, o oxigênio também é necessário para outros organismos, como as bactérias que degradam a matéria orgânica e as bactérias nitrificantes, que transformam amônia em um composto menos tóxico, o nitrato.  

Dessa forma, garantir um bom suprimento de oxigênio é essencial durante o cultivo. Além dos benefícios já citados a aeração mecânica possibilita um aumento na densidade e produtividade (kg/ha) e melhora da qualidade de água, diminuindo a dependência por renovações. Mas é importante ficar atento para o correto dimensionamento do número de aeradores e da disposição dos mesmos, evitando que se crie zona anóxica (sem oxigênio) ou se deparar com um superdimensionamento e gastos com energia elétrica de forma desnecessária.  

A Trevisan atua a mais de 30 anos no mercado e possuí pessoal capacitado para lhe atender. Dispõe de uma linha completa de aeradores que contempla a todo tipo de projeto: aerador do tipo Chafariz, Propulsor, aerador de Pás, e ainda, um aerador de Pás Emergencial, que é ideal para quem necessita prover de forma rápida altas taxas de oxigênio em viveiros, eliminando também gases nocivos. Para sistemas fechados, como bioflocos ou recirculação, a Trevisan também conta com os injetores de oxigênio Nozzel, que combina a aeração, a desgaseificação e a circulação em somente um pacote.