Quais as pragas mais comuns e como acabar com elas

Quais as pragas mais comuns e como acabar com elas


  • 11/04/2018

Para ter qualidade na produção de milho e soja, os produtores precisam acabar com pragas.

Para que isso ocorra, além de conhecer as pragas, os produtos precisam conhecer os melhores agrotóxicos. Ao seguir essas orientações, os produtos conseguem ter uma boa colheita em todos os sentidos.  


Agrotóxicos para combater as pragas no milho

É difícil encontrar um produtor de milho que não teve que lidar, pelo menos uma vez, com o controle de pragas. Às vezes, pragas podem ser reduzidas ao singular, porque uma em especial ataca milharais: a lagarta-do-cartucho. Especialistas em controle e eliminação de pragas afirmam que a prevenção é melhor arma contra a lagarta-do-cartucho. Uma vez que esse tipo de praga se espalha de maneira significativa no milharal, as chances de boa colheita são mínimas. Milhares de produtores de milho já relataram que tiveram perdas imensuráveis por causa da lagarta-do-cartucho. Nesse sentido, o controle e eliminação dessa praga devem ser tratados de maneira série e estratégica.  

A praga ataca o milharal com ovos depositados por mariposas, especificamente na parte superior da planta. Após três dias, as lagartas aparecem, se alimentando de maneira rápida com as folhas mais novas do milho. Em seguida, com o tempo, as pragas destroem o pé de milho por inteiro. As pragas devoram folhas, atacam as raízes e as espigas. Com as pragas em ataque, as plantas novas morrem e, em muitos casos, cerca de 20% da plantação pode ser perdida.  

A ação da lagarta-do-cartucho é extremamente rápida. Em um período de 12 a 30 dias, as pragas concluem o ciclo de ação descrito acima. Além disso, ao termino desse período, as lagartas-do-cartucho penetram no solo para reiniciar o ciclo novamente num novo plantio. Por isso, os produtos de milho precisam ter muito cuidado com esse tipo de praga, investindo em agrotóxicos de qualidade. Há três inseticidas naturais poderosíssimos contra lagarta-de-cartucho: o Oléo de Neem, o Agree e o KSC. Já a lista de inseticidas químicos é mais extensa e inclui: Ampligo, Atabron 50 EC, Avatar, Belt, Bold e Dermacor.


Agrotóxicos na soja

Assim como ocorre no plantio do milho, há pragas terríveis que assolam a produção de soja. As pragas mais comuns e mais fortes na soja são: percevejos, lagarta “falsa-medideira”, lagarta da soja e helicoverpa. Os percevejos atacam os grãos (semente ou na vagem). A lagarta “falta-medideira” também ataca o algodão, além da soja. A ação dessa lagarta ocorre normalmente no final do ciclo da soja. Já a lagarta da soja ataca as folhas e dificilmente alcança as vagens. No entanto, a lagarta da soja prejudica a colheita e tem a capacidade de reduzir a fotossíntese. Por fim, a Helicoverpa ataca folhas e vagens. A Helicoverpa é comum na produção de soja da Bahia, Moto Grosso e Rio Grande do Sul. Os inseticidas mais utilizados no combate de pragas na soja são: Connect, Platinum Neo, Racio, Telenomus Podisi e Fastec Duo.

Para saber sobre controle de pragas na soja e no milho, acesse o site. Além disso, visite a página oficial da Trevisan no Facebook.