Qual é a utilidade da soja?

Qual é a utilidade da soja?


  • 30/10/2017

A soja é um produto completo, sendo que além de servir como um rico alimento, os seus derivados incluem diversos produtos.

Dentro da agricultura e economia, essa leguminosa representa uma importante fonte de renda, mas para a surpresa de muitas pessoas, ela possui diversas utilidades pouco conhecidas, como, por exemplo, na fabricação de tintas, medicamentos, produtos para uso doméstico e também cosméticos.

A tinta feita a partir da soja pode ser usada em impressos offset de jornais e revistas, por exemplo. E de acordo com especialistas no assunto, papeis com essa tinta podem ser reciclados mais facilmente, uma vez que o seu processo de remoção do papel é muito simples. Todavia, essa característica nada influencia na qualidade das cores, que são muito mais vivas.

Quando se fala na produção de cosméticos, a matéria-prima extraída da soja é a lecitina, rica em ácidos graxos. Esse componente é usado por companhias na composição de diversos produtos voltados para a beleza, sendo mais uma das inúmeras utilidades da soja.  

Para que serve a soja

As vantagens da soja, e os seus efeitos, variam de acordo com a maneira que ela é aplicada. Na indústria farmacêutica, por exemplo, ela é utilizada para diminuir a deterioração de tecidos da pele, e também do colágeno, muito importante para evitar a flacidez. O responsável por esse efeito é o isoflavona encontrado na leguminosa.

As cápsulas com o extrato de soja também já se mostraram muito úteis na hora de evitar os sintomas da menopausa, justamente por conter diversas proteínas da soja. Já quando se fala na indústria e no aproveitamento doméstico, a soja já é utilizada na fabricação de colchões, e até mesmo em linhas de produção de automóveis. As espumas feitas a partir da soja ainda são pouco utilizadas no Brasil, mas nos Estados Unidos elas são muito comuns há no mínimo 10 anos.  

Evolução da soja

Também é possível ter acesso a alimentos alternativos, como o broto da soja e até mesmo leguminosas verdes. A evolução do uso da soja é acompanhada de perto pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), grande incentivadora desse processo.

A Embrapa está intimamente ligada ao estudo do melhoramento genético da soja, com o objetivo de desenvolver novos alimentos, apropriados para o consumo humano, além de promover novas formas de cultivar a leguminosa.

Segundo dados divulgados pelo órgão, eles mantém uma equipe de pesquisadores que se dedicam exclusivamente a esse assunto. O objetivo é desenvolver cada vez mais pesquisas sobre alimentos feitos a partir da soja, e os resultados têm sido animadores. De acordo com esses especialistas, eles já chegaram a conseguir linhagens avançadas, que se encontram em processo de análise.

Os resultados desses estudos já apresentaram sementes bem pequenas para a produção de brotos. Já as sementes maiores poderão ser utilizadas como soja verde, e também a soja preta, com propriedades antioxidantes, e que pode representar o ingrediente que falta para deixar a alimentação ainda mais funcional. Outro bom exemplo é a soja verde, que pode ser ingerida como um amendoim.