Soja, milho ou trigo, qual exige menos cuidado?

Soja, milho ou trigo, qual exige menos cuidado?


  • 15/01/2018

O cultivo de cereais é um dos mais recorrentes na agricultura brasileira.

Sem dúvidas, há muitas extensões de terras voltadas para a plantação dos commodities, por isso, é preciso prestar um pouco de atenção em cada uma destas culturas.

 Antes de passar outras informações é preciso esclarecer que a cadeia produtiva do milho é certamente, a que exige mais cuidados. Sendo assim, ele pode ser considerado como o mais exigente em termos de manutenção de características químicas.

Por que o trigo é a cultura mais complexa?

Se não fossem todas as exigências de qualidade requeridas pelo trigo, esta cultura poderia ser considerada mais flexível. No entanto, para que a farinha de trigo chegue às prateleiras do supermercado contando com todos os requerimentos nutricionais, é indispensável que o cuidado seja empreendido desde o momento de plantação. Assim sendo, o trigo precisa contar com certas características químicas específicas como acidez, umidade, cor, amido e teor de proteínas.

 No que concerne às características físicas o grão de trigo deve ser cuidadosamente examinado em extensógrafo, farinógrafo, alveógrafo. A realização de exames nesses equipamentos tem como objetivo a verificação da elasticidade, retenção hídrica, estabilidade e elasticidade da massa.

 Todas as informações acima são essenciais para que o produtor não olhe para a cultura de trigo como um mero commodity em busca de sua produtividade e sanidade. É importante que o produtor esteja de olho com as demandas da indústria tanto em termos químicos quanto físicos.  

Soja é a commodity que mais lucrativa

A soja continua no topo do ranking das commodities mais rentáveis no Brasil. Atualmente, a sua lucratividade supera outras culturas como milho e trigo. O motivo? Não depende de programas.

 No que concerne à rentabilidade da soja em detrimento do trigo e do milho, a sua comercialização não é fruto dos programas de apoio do Governo Federal. Um dos problemas mais relevantes e que têm afetado as vendas de milho e trigo são as baixas cotações. Estas inclusive, em diversas ocasiões estiveram abaixo dos custos de produção. Assim sendo e perante à tentativa de não sair no prejuízo, muitos produtores começaram a plantar soja.  

Soja e milho: Entenda porque são os melhores

Esta pode ser considerada uma boa parceria. No cenário da agricultura atual, estas duas culturas dominam a produção de grãos no país. Tanto o milho quanto a sola possuem cadeias de produção organizadas e os produtos são fáceis de vender tanto no mercado interno quanto no mercado externo.

 No que se refere à facilidade de venda, esta é decorrente do uso da soja e do milho como fonte de combustíveis ecológicos - biocombustíveis.

Como pode ver, tanto a soja quanto o milho são mais fáceis de vender e exigem menos cuidados na hora de cultivá-los. Sendo assim, transformam-se em ótimas alternativas de produção.


Gostou do nosso artigo? Siga a fanpage no Facebook e fique por dentro de todas as novidades publicadas em nosso blog: 
https://www.facebook.com/TrevisanEquipamentos